Bodisatvas

por

Do coração da Ásia, das antigas tradições do oriente, chegam histórias sobre seres humanos que atingiram um elevado nível de espiritualidade. Eles teriam encerrado a sua evolução neste mundo, mas por compaixão aos demais seres, optaram por voltar a renascer nesta terra para ajudar aos demais seres, e libertá-los deste mundo de ilusão.

Mas diferentemente do que muitos podem imaginar, esses seres não são necessariamente aqueles que andam pelas ruas como monges ou falam de religiosidade, tão pouco se permitem ser seguidos como gurus. Sempre que encontrar alguém assim, ele ainda está no processo, mas não desperto. Imagine que seres que terminaram a sua evolução espiritual se deixariam serem pegos pela vaidade. Impensável!

Mas, então, quem são os Bodisatvas?

Talvez você jamais descubra quem são, mas poderá sentir a sua presença através de suas ações.

Todos aqueles que realizam tarefas cuja finalidade maior seja apenas elas mesmas, estão longe de terem atingido esse despertar. Os Bodisatvas, por outro lado, realizam ações cuja finalidade são os outros, é a doação maior por amor e compaixão.

Talvez não consigamos encontrar fisicamente esses seres, mas podemos ver suas ações pelo mundo. Nos lugares onde mais dor e sofrimento existirem, mais presente eles se farão.

Outrora presentes no oriente, algumas tradições apontam que neste momento eles se fazem mais presentes na América do Sul.

Basta um olhar pelo mundo para vermos como forças obscuras estão atuando para destruir casamentos, famílias, como os sistemas políticos estão corrompidos, o Planeta sendo devastado e a ganância tomando conta dos corações e mentes das pessoas. Observemos como o amor esfriou entre tantos, como dizia Jesus, como vivemos uma era de julgamentos e mesmo em meio a todo esse cenário sombrio, se observarmos bem, perceberemos uma luz agindo em prol de propósitos maiores.

Ao longo dos anos, conheci algumas pessoas que estavam trilhando a estrada que conduz a Shambhala, a morada luminosa desses grandes seres, antes de renascerem novamente. Seus trabalhos têm ajudado a despertar muitas pessoas.

Quando envio esta mensagem, sei que alguns de vocês já estão neste caminho, porque edificaram suas vidas à base de propósitos luminosos.

Ainda que o mundo pareça envolto em trevas, devemos seguir nossa jornada, olhando para além das fronteiras físicas deste mundo. O que vivemos e vemos nesta realidade não começou aqui e tão pouco encontra seu fim nesta realidade, nesta terra, mas nos planos que se estendem para além dos véus da matéria.

Sua mente, suas ideias e seu corpo físico podem estar cansados, mas jamais permita que sua alma também se canse, pois ela é o veículo luminoso que pode elevá-lo às estadas luminosas superiores, ou mantê-lo aprisionado nos reinos inferiores.

Assim como os Bodisatvas, Amor e Compaixão devem ser o que de mais importante devemos lembrar sempre. Sem isso, jamais sairemos do mundo de ilusão em que estamos hoje.

Luz e paz.
2016, 16 de junho, Curitiba, Brasil

Mais artigos

Livros